JOVENS DO LUDENS EM DESTAQUE NO DUATLO DA MADEIRA



IMG 0718A equipa de Triatlo do Ludens Clube de Machico/Ourinvest Talento Gótico participou no passado fim-de-semana nas duas competições de âmbito nacional que se disputaram na Região. No sábado, decorreu na Zona Balnear do Faial o “Duatlo Jovem da Madeira”, 5ª etapa do Campeonato Nacional Jovem, No domingo, foi a vez do exigente Triatlo Longo da Laurissilva, 1ª etapa do Campeonato Nacional de Triatlo Longo, disputado nas distâncias de 1900 metros de natação, 90 Km de ciclismo e 21 Km de corrida.

A prova jovem, apesar de ser uma competição nacional, contou com a participação de apenas 4 atletas continentais, o que levou a alguma desilusão dos atletas relativamente às suas expectativas. 

A competição jovem começou da pior maneira, com equívocos graves da organização que induziram em erro os participantes, resultando num tratamento discriminatório entre atletas, uma vez mais com prejuízo desportivo para os jovens do Ludens Clube de Machico. Na competição de benjamins, a organização cometeu vários erros em simultâneo, através do elemento que pedalava à frente do 1º atleta, e assinalando muito mal a zona de retorno, o que levou o líder destacado da prova, Nilton Freitas, a ser dirigido para o parque de transição no final da 1ª volta de ciclismo, sem qualquer intervenção da equipa de arbitragem ou da organização. Após esse erro, e com o caos instalado, os mesmos responsáveis que nada haviam feito relativamente ao atleta do Ludens, apressaram-se a correr para o retorno mal assinalado para ajudar e sinalizar todos os restantes atletas em prova, quando tinham como solução simples admitir o erro organizativo, fazer entrar todos os atletas no parque de transição no final da 1ª volta de ciclismo e garantir desta forma o mínimo de verdade desportiva da prova. Uma atitude pouco compreensível face à presença de elementos experientes da Federação de Triatlo de Portugal, e que prejudicou directa e exclusivamente o atleta do Ludens, que mesmo tendo sido claramente superior nos 3 segmentos da prova, acabou por perdê-la para António Carvalho (Sporting), no único momento de competição nacional ao seu alcance durante a época. Nos femininos, Oriana Furtado voltou a colecionar mais uma vitória, enquando Mariana Góis seria 4º classificada.

Já nos infantis, João Marote ofereceu excelente réplica ao melhor duoatleta nacional do escalão (1 ano mais velho que o atleta do Ludens), sendo 2º classificado, enquanto Luna Freitas realizava também uma excelente prova, vencendo de forma folgada entre os femininos e sendo batida apenas pelos dois primeiros classificados masculinos. João Henrique Fernandes em 7º, Afonso Gouveia em 8º e Augusto Costa em 10º, bem como Madalena Castro (5ª), Inês Pereira (6ª), Luísa Catanho (11º), Francisca Caroto (16º) e Leonor Catanho (18º), foram os outros atletas do Ludens com bom desempenho neste escalão.

Em iniciados, Tiago Abreu foi 4º e Rúben Aveiro estreou-se com um 5º lugar, enquanto Bárbara Nóbrega continua a demonstrar uma contínua evolução, tendo sido desta feita 8ª classificada.

Em juvenis, Francisco Luís realizou uma excelente prova em termos tácticos, assumindo a liderança isolado durante o segmento de ciclismo e alcançando uma vantagem sobre os adversários directos que lhe permitiu gerir durante a corrida final, juntando assim uma vitória nesta etapa ao 5º lugar alcançado no Duatlo das Lezírias, 1ª etapa do Campeonato Nacional de Duatlo de Juvenis, totalizando desta forma 270 pontos em apenas duas provas. Bernardo Freitas seria 3º classificado, Gonçalo Luis também com outra óptima prova 6º, Nuno Vieira 8º, Pedro Lima 11º e Humberto Marote 13º. Nos femininos, Lisandra Alves esteve muitos furos abaixo do seu valor, terminando fora do pódio (4º lugar) e demonstrando as várias limitações da sua preparação.

Colectivamente, o Ludens venceu no sector masculino, alcançando a 3ª posição entre os femininos.  

Na prova aberta, nova vitória do Ludens, através do cadete Diogo Nóbrega. Pedro Pereira seria 5º nos cadetes e Marco Pereira vencedor dos Vet.2. Em femininos, Sandra Teixeira seria a 3ª da classificação absoluta (vencedora Vet.1) e Vera Mata 2ª sénior (8ª da geral).
 
Classificações:
http://triatlomadeira.com/wp-content/uploads/2013/04/Escalões-Jovens1.pdf
http://triatlomadeira.com/wp-content/uploads/2013/04/Clubes-Jovens1.pdf

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin